“fora da caridade não há salvação”

Vibração e harmonia

20-04-2013 15:46

 

EUGÊNIA PICKINA 

eugeniapickina@gmail.com

Campinas, SP (Brasil)

 

http://www.oconsolador.com.br/ano7/308/eugenia_pickina.html

 

 

Vibração e harmonia

 

 

Qual a energia que sustenta a vida no Planeta? O amor e a gratidão.

 

Masaru Emoto, internacionalmente reconhecido pela pesquisa com cristais de água, ao explicar a importância desta energia para nossa harmonia individual e coletiva, afirma que o amor é a energia que damos aos outros e a gratidão é o que sentimos quando recebemos amor de outras pessoas. Ou seja, é do resultado da harmonia entre a energia de dar e a energia de receber que surge a mais grandiosa energia responsável pelas condições de vida saudáveis e, ao mesmo tempo, apta a assegurar um destino comum na Terra.

 

Infelizmente, quando o amor e a gratidão diminuem local e/ou mundialmente, as vibrações negativas se expandem e estimulam, por ressonância, conflitos, doenças, desastres naturais e/ou desarmonias próprias a um mundo conturbado...

 

E na era em que vivemos, neste redondo instante do Planeta, o enfraquecimento dos sentimentos nobres, combinado à indiferença, pode provocar guerras, desajustes ambientais e, no nível individual, o fortalecimento do cruel lema "cada um por si" (e que faz sintonização com a ressonância de medo, a energia geradora do estresse negativo que tantas vezes nos abate e nos enfraquece).

 

Mas você pensaria: "É muito difícil criar um mundo de harmonia sozinho".

 

Sim, parece uma proposta utópica, mas a base dos grandes princípios do universo e da Vontade do Criador é nada mais nada menos do que o amor e a gratidão.

 

Além disso, como o ser humano é capaz de irradiar todo tipo de vibração, à medida que possui também o poder do pensamento e o poder do livre-arbítrio, torna-se capaz de individualmente ser uma força de mudança luminosa e, com isso, dar amor de uma maneira que só os seres humanos podem dar...

 

Ademais, é um fato singelo: ao criar harmonia dentro de nosso campo pessoal, uma energia mais ampla de harmonia se espalhará, gradualmente, pelo mundo, envolvendo outros habitantes deste planeta.

 

Mas atenção: como energia irradia energia, procure, com dedicação, livrar-se das emoções negativas. A tristeza, por exemplo, pode ser prejudicial às células do hipocampo, no cérebro, além de nutrir o risco do mal de Alzheimer. A inveja, por sua vez, pode prejudicar a glândula tireoide. Isso ocorre porque as emoções afetam diferentes órgãos do corpo, pois cada emoção, ao possuir um determinado comprimento de onda, faz vibrar os átomos e moléculas do nosso corpo.

 

Ora. Sabemos quanto é difícil evitar todas as emoções negativas. Contudo, com amor e gratidão você pode neutralizar todo tipo de emoção negativa que venha a sentir, afirma Masaru Emoto - e concordo com ele. Então, como medida corretiva, quando sentir uma delas emergir dentro de você, imagine a emoção oposta (ressentimento/gratidão; tristeza/alegria...). É um treinamento para a vida inteira.

 

Porém, é possível viver de maneira harmoniosa (interna e externamente) e contribuindo, ao mesmo tempo, com a harmonia planetária?

 

Sim, é possível, e Masaru Emoto partilha uma "receita" preciosa: uma medida de amor e duas medidas de gratidão.

 

Segundo seus estudos e pesquisa (com a água do Planeta), o equilíbrio da vida se faz com uma parte de amor e duas de gratidão... E se você não se esquecer disso no seu dia-a-dia, sua vida será repleta de alegria e felicidade, assegura o autor do livro O milagre da água.

 

Vale tentar!

 

Gratidão e amor!

 

 

*Para saber mais, cf. EMOTO, Masaru. O milagre da água. SP: Cultrix, 2008.

Pesquisar no site

Contactos

SERVIDOR ESPÍRITA